Negociação sobre o salário, dicas para preparar uma proposta irrecusável!

Antes de mais nada é preciso que você conheça o momento em que a organização está passando. Assim conseguirá mais facilmente um aumento!

Essa negociação de salário é um momento muito crucial na contratação de qualquer colaborador. Após passar por um processo de seleção (que as vezes pode ser muito extenso) e receber a proposta para iniciar a prestação de serviço, chega a “temida” hora de negociação salarial.

Publicidade

Se você já passou por esse momento ou ainda está passando, é natural que tenha se sentindo um pouco, digamos, pressionado para aceitar a primeira oferta e começar a trabalhar, certo?

Publicidade

Porém essa não costuma ser a melhor estratégia para quem sabe reconhecer seu trabalho e quer receber o que é justo por tal. De acordo com uma pesquisa feita nos Estados Unidos, foi apontado que 84% dos recrutadores de grandes empresas, esperam durante o processo seletivo que o candidato negocie a questão salarial. Assim aqui no Brasil a situação não é diferente!

Publicidade

A duvida maior nesse caso é: Como eu irei negociar meu salário com a empresa de uma maneira coerente e tranquila, sem colocar minha oportunidade em risco? Calma, temos boas dicas para você!

Negociação sobre o salário, dicas para preparar uma proposta irrecusável!

Dicas para você levar para frente a negociação salarial.

Toda boa negociação começa por uma pesquisa de mercado! Então antes de negociar o que quer ganhar, tem que estar atualizado sobre quanto as empresas ao redor estão oferecendo ao mesmo cargo que você tem se candidatado!

Não adianta ter uma média de R$3000 mensais e você pedir R$9000 né? O recrutador vai ouvir e pular para o próximo candidato.

Pesquise com calma os salários ofertados pelo mercado de trabalho

O ponto mais importante e crucial da negociação é saber qual é o médio salário para o seu cargo. Pesquise em outras organizações semelhantes salários que são ofertados para o cargo que você está concorrendo.

Isso pode ser achado (na maioria das vezes, não é 100%) até mesmo no LinkedIn! Leve em consideração também o seu nível de estudo e experiência na área, não adianta não ter especializações e querer se candidatar a uma vaga que tem como requisito graduação e outro idioma! Existe um guia chamado Guia Salarial 2021 da Robert Half que pode te auxiliar nesse ponto!

Conheça o momento que a empresa está passando

O segundo ponto fundamental é saber se a empresa está em uma onda tranquila ou em uma crise financeira. Porque? caso a empresa esteja em redução de custos, não irá ofertar um salário maior e sim negociar para que fique com a média que eles estão ofertando.

Importante citar nesse ponto que, a organização pode estar somente “passando” por uma fase ruim, então não se precipite. Conheça a organização, quem sabe não seja a oportunidade de você auxiliar com o seu conhecimento e crescer juntamente com a empresa?

Importante saber sobre o seu próprio momento

Caso você esteja em casa, desempregado, negociar “muito” um salário pode ser difícil e até mesmo arriscado. Por outro lado, caso já esteja trabalhando e receba uma outra proposta de trabalho, esta pode sim ser uma oportunidade de barganhar um salário melhor na outra empresa. Lembrando que é importante que você considere o risco envolvido em uma troca de emprego.

Assim você estará deixando toda uma experiência e um caminho percorrido para embarcar em uma nova experiência, que pode ou não correr tudo bem. Este é um risco que pelo menos, você tem que estar amparado com a garantia de uma remuneração de (pelo menos) 20% a mais do que o seu salário atual.

Foque em que você deverá acrescentar a empresa

Nesta hora de negociação de salário, é importante que você não pense apenas no quesito financeiro, até porque quem entra só por dinheiro, sai por dinheiro também né? Com isso, o recrutador tentará notar o que você poderá acrescentar na organização. Isso será algo importante para eles! Foque nesse ponto e o recrutador analisará positivamente esse seu aumento ou negociação de trabalho.

Saiba quando parar a negociação

Caso você perceba que recrutador não é aberto a maiores negociações de trabalho, melhor não insistir. Assim caso a condição seja OK para você, aceite a oportunidade e bora! Caso você não esteja disposto a exercer suas responsabilidades por aquele valor, recuse com cordialidade e educação e bola pra frente.

Não caia no erro de ser prepotente ou arrogante com o entrevistador, isso pode acabar prejudicando sua imagem para com os outros. Lembre-se, as vezes as organizações tem contato umas com as outras!

Considere também os benefícios ofertados

Muita das vezes, o salário pode ser algo OK e os benefícios serem um atrativo muito bom para o “ganho” final. Portanto não queira apenas pensar no salário x. Considere o que a organização pode te ofertar, tais como ajuda nos estudos, vale refeição ou alimentação, plano de saúde que seja bom. Isso tudo pode acrescentar positivamente no seu salário e você nem perceber!

Gostou do nosso artigo? Continue sempre nos acompanhando! Assim veja mais dicas na nossa categoria de DICAS.

 

About The Author


Matheus Henrique

Jornalista e Redator com vasta experiência na criação de conteúdo para Web. Atuo também como Designer e Gestor de trafego na Empresa Boas Ideias. Desde 2017 na área de redação, produzo conteúdos sobre Economia, Finanças e Trabalhistas.